Literatura de Nivelamento

Este material deve servir de referência para os alunos recém chegados assim como para os candidatos ao Mestrado Profissional em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Esta lista cobre os conhecimentos básicos essenciais para o melhor aproveitamento do curso por parte dos alunos.

ALVARENGA, Lídia. Representação do conhecimento na perspectiva da Ciência da Informação em tempo e espaços digitais. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, n. 15, 2003.

BAEZA-YATES, R; RIBEIRO-NETO, Berthier. Modern information retrieval: the concepts and technology behind search. Second edition. Harlow: Addison Wesley, 2011. Cap. 1

BUCKLAND, M. K. Information as thing. Journal of American Society for Information Science. n. 42, v.5, p. 351-360, 1991.

CAMPOS, Maria Luiza. Linguagem documentária; teorias que fundamentam sua elaboração. Niterói: Editora Universidade Federal Fluminense, Ed. UFF, 2001, 133p.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões; tradução Eliana Rocha. São Paulo: Editora Senac, 2003. cap. 1 e 6, p. 27-61 e 327-380.

CORNELIUS, Ian. Theorizing information for Information science. Annual Review of Information science and Technology, v. 36, p. 393-425, 2002.

DAVENPORT, T. H., PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as empresas gerenciam o seu capital intelectual; tradução Lenke Peres. Rio de Janeiro: Campus, 1998. cap.1 e 6, p 1-28 e 129-147.

HJÖRLAND, Binger. Library and Information Science: practice, theory and philosophical basis. Information Processing and management, v. 36, p. 501-531, 2000.

NOVAES, Adauto. O homem-máquina: a ciência manipula o corpo. São Paulo Companhia das Letras, 2003

POULOT, Dominique. Uma história do patrimônio no ocidente. São Paulo: Liberdade, 2009.

REIS, Alcenir Soares dos, CABRAL, Ana Maria Rezende (orgs). Informação, cultura e sociedade: interlocuções e perspectivas. Belo Horizonte: Novatus, 2007.

RENDÓN ROJAS, Miguel Angel. La ciencia de la información en el contexto de las ciencias sociales y humanas. Ontología, epistemología, metodología e interdisciplina. DataGramaZero – Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 4, ago. 2008.

SANTOS, Paulo Roberto Elian dos. Arquivística no laboratório: história, teoria e métodos de uma disciplina. Rio de Janeiro: Teatral; FAPERJ, 2010. 215 p.

SARACEVIC,T. (2009). Information science. In: Marcia J. Bates and Mary Niles Maack (Eds.) Encyclopedia of Library and Information Science. New York: Taylor & Francis. pp. 2570-2586.

TAKEUCHI, H., NONAKA, T. Gestão do conhecimento; tradução Ana Thorell. Porto Alegre: Bookman, 2008. cap. 2 e 3, p. 39-53 e 54-90.

TARAPANOFF, Kira. Informação, conhecimento e inteligência em corporações: relações e complementaridade. In: TARAPANOFF, Kira (Org.) Inteligência, informação e conhecimento. Brasília: UNESCO/IBICT, pag. 19-36.

WILSON, T. D. Information Behavior: an interdisciplinary perspective. Information Processing & Management vol. 33, n. 4, p. 551-572, 1997.