logo-fumec

Histórico e contextualização do Programa

O processo de constituição das ideias que motivaram a proposta do Curso de Mestrado em Processos Construtivos da Universidade FUMEC surgiu em decorrência da conquista, em 2004, do credenciamento da instituição como Universidade. À época, com vislumbre no crescimento da Instituição com excelência e levando em conta a demanda de profissionais qualificados no país, a Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Universidade FUMEC – FEA-FUMEC investiu na contratação de profissionais qualificados para formar um grupo de docentes que propusesse um curso stricto sensu, voltado às necessidades da indústria da construção civil.

Desde a sua gênese, a proposta do curso se preocupou em constituir um grupo que articulasse questões das exigências de mercado da construção civil no país, desenvolvendo uma estreita relação com empresas do setor da construção civil, através de consultorias e parcerias, no sentido de identificar e atender suas demandas imediatas, quanto à melhoria no desempenho de materiais e das técnicas construtivas, buscando sempre a redução dos custos, a maximização do seu desempenho e a sustentabilidade.

Com o gradual e contínuo envolvimento desse grupo de docentes em projetos de extensão e, particularmente, em projetos de pesquisa, possibilitando produções acadêmicas substanciais no campo da formação de profissionais engenheiros, a Universidade Fumec investiu na criação de um curso de mestrado stricto sensu voltado para a construção civil, o que culminou na recomendação e autorização pela Capes, em setembro de 2013, do Curso de Mestrado Profissional em Processos Construtivos, cujas atividades se iniciaram em março de 2014.

Desde então, o mestrado tem contribuído na formação de profissionais engenheiros que possam desenvolver competências e habilidades de alto nível no contexto da construção civil e áreas afins, como, também, nos processos de geração e transmissão de conhecimentos nas áreas de Arquitetura, Engenharia Civil e Engenharia de Produção Civil, principalmente em nível regional, para a atuação de profissionais na docência.